Saiba o que é, e como funciona os fundos imobiliários

Saiba o que é, e como funciona os fundos imobiliários / Reprodução: Pexels

Saiba o que é, e como funciona os fundos imobiliários / Reprodução: Pexels

Cascavel, 2 de Maio – Os fundos imobiliários são uma espécie de “co-titularidade” de investidores. Dessa forma, eles unem seus recursos para aplicá-los no mercado de imóveis. Os gestores fazem o uso desse dinheiro para construir ou comprar imóveis. Que depois serão alugadas ou arrendadas.

Os lucros do aluguel são distribuídos entre os participantes, de acordo com a proporção em que cada um investiu. As decisões sobre a utilização dos recursos – tomadas pelo gestor do fundo, dessa forma estão sujeitas a metas e políticas pré-estabelecidas. Esses investimentos podem ser bem sucedidos ou não. E isso que determina se as cotas do fundo se valorizam ou se desvalorizam.

Os acionistas não podem exercer direitos reais sobre as empresas do fundo. Ao contrário dos proprietários de um edifício real, por exemplo. No entanto, ele também não é responsável pelas obrigações ou problemas que vem junto com a construção de um imóvel. Esse é o trabalho do gestor ou da instituição financeira responsável por operar e manter a carteira.

Saiba o que é, e como funciona os fundos imobiliários – Canva Pro

Renda fixa ou variável?

A divisão mensal de renda é feita em muitos fundos imobiliários. Dessa forma pode se parecer com os modos de alguns títulos públicos, que pagam juros a cada semestre. Por duas razões principais os fundos imobiliários são considerados investimentos qualificados.

A primeira razão é que não existe garantia de que a renda será mantida. Isso porque a pessoa que alugou o imóvel pode não pagar o aluguel ou o imóvel pode às vezes ficar vago.

A segunda é uma ação que oscila no mercado de ações. Às vezes tanto quanto uma ação, devido a fatores como condições de mercado ou gestão de portfólio. Na renda fixa o seu retorno como investidor é garantido. Diferente do fundo imobiliário, como já mencionado acima.

Como funcionam os fundos imobiliários?

Para entender como funciona os fundos imobiliários, é importante conhecer alguns dos conceitos que lhes são aplicáveis. Veja só.

Código:

Você pode identificar as ações dos fundos imobiliários na bolsa por um código. Este código é composto por quatro letras, seguidas do número 11 (XXXX11). Dessa forma, se o fundo estiver listado na bolsa de valores do Brasil, a B3, sempre haverá um B no final (XXXX11B).

Renda:

Uma das formas de retorno mais conhecidas, e também atrativas, dos fundos imobiliários é a divisão regular de renda. Portanto, legalmente falando, a renda deve ser distribuída uma vez a cada seis meses.

O volume de receitas depende da política de investimento do fundo. Dessa forma, as receitas do aluguel de imóveis da carteira são as mais comuns. Mas o financiamento também pode vir da instalação, venda de direitos sobre imóveis ou juros de títulos e valores mobiliários.

Não é incomum que as receitas recorrentes superem os referenciais de mercado. Dessa forma se um deles for liberado, isso também terá impacto no lucro.

Taxas dos fundos imobiliários

Os fundos imobiliários possuem uma  arrecadação do imposto de renda de forma diferente. Alguns dos lucros obtidos no investimento são isentos de impostos, mas a outra parte não é.

Entenda como funciona:

Renda:

É feita a divisão de forma regular para investidores que são pessoas físicas isentas de imposto de renda desde que:

  • Os cotistas detenham menos de 10 cotas do fundo;
  • O fundo tem pelo menos 50 cotistas;
  • Se os investidores negociaram essas cotas na bolsa de valores;

Ganho de capital: O ganho que os investidores obtêm como resultado de um aumento no preço das ações do fundo em uma bolsa de valores que paga imposto de renda. Os investidores tendem a aplicar 20% de taxas para a venda.

Natalia: Me chamo Natalia, sou médica veterinária, atualmente cursando ciências econômicas. Redatora do site Experts Comp, escrevo sobre Agro e Finanças.